quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Shantala - A arte de massagear bebês



Ano passado, nessa mesma per:iodo, dei uma entrevista sobre Shantala para a revista do Angeloni. Agora, reproduzo aqui um trecho da mesma (com algumas atualizações).

*Quais são os principais benefícios da shantala?
 A  shantala ajuda a regular o organismo do bebê, melhorando sua respiração, digestão, tônus muscular e trazendo relaxamento e propriocepção (o bebê começa a desenvolver a consciência de seu próprio corpo). Frequentemente, melhora o sono, em quantidade e qualidade, além de estreitar a relação entre os pais e a criança.

*Quais são os pré-requisitos necessários para colocar a massagem em prática?
Para iniciar a prática, é necessário que o bebê esteja saudável, bem disposto, confortável e alimentado (mas não de barriga cheia). Em geral, obedecendo a esse requisitos, pode-se iniciar a massagem a partir do primeiro mês, após a cicatrização da cicatriz umbilical. É desejável que a massagem seja praticada em ambiente tranquilo e arejado, a meia luz e com música calma, favorecendo o relaxamento.

*Existe limite de idade para o bebê?
 como falei anteriormente, em geral, a massagem é iniciada no primeiro mÊs, mas não há limite para a prática. Conforme o bebê vai crescendo, os pais podem introduzir outras técnicas de massagem, mantendo esse contato tão importante. A massagem pode ser realizada a qualquer idade, desde que a criança e os pais se sintam confortáveis.

*Na Índia a massagem costuma ser aplicada pelas mães. Mas os pais também podem participar?
No ocidente, é crescente o movimento de pais interessados em aprender e praticar a técnica em seus filhos. Isso é muito positivo e deve ser estimulado. A criança e a família só tem a ganhar com essa integração.

*Até que idade os pais podem massagear seus filhos?
A família deve avaliar os benefícios da massagem e se a criança e os pais estão confortáveis em pratica-lá, sem constrangimentos. O momento da massagem é um momento de integração, de carinho e doação, tanto dos pais, quanto da criança, que se deixa ser massageada. Isso é muito benéfico e, portanto, não há restrições de idade.

*Existe um horário ideal para aplicar a massagem?
A massagem pode ser aplicada pela manhã, iniciando as atividades do bebê, ou no final da tarde, dando início à rotina do soninho. Os pais devem observar o horário em que o bebÊ está mais disposto.

*Se o bebê ficar arredio no primeiro contato é um sinal de que os pais devem desistir?
É muito comum que isso aconteça, mas os pais devem persistir. Num primeiro contato, podem fazer os movimentos da massagem, mas sem a obrigação de seguir a sequência básica. Ou seja, podem iniciar a massagem como uma brincadeira, introduzindo o toque. É importante que os pais controlem a ansiedade e tenham muita calma no momento da massagem.

*Como você teve contato com a shantala?
Sou naturoterapeuta e meu primeiro contato com a shantala foi durante a formação, ainda na faculdade. No mesmo período, estava com um bebê novinho, na época, com 7 meses, o que me deu a possibilidade de praticar e aperfeiçoar a técnica. Hoje meu filho tem 4 anos e meio e continua recebendo e até pedindo massagem, faz parte do nosso dia-a-dia. E nesse período, percebi que o mais importante é praticar a massagem de acordo com as necessidades da criança, ou seja, percebendo as posições mais agradáveis, o momento mais propício e quanto tempo a criança está disposta a receber a técnica. Tenho um bebë de 4 meses, que também recebe massagem diariamente e isso nos faz muito bem!

*Há quanto tempo dá aulas?
Há 3 anos trabalho profissionalmente com shantala, sendo há 2 anos no Espaço Aoba, onde oferecemos aulas semanais de Shantala e Reflexologia.

Um comentário:

  1. Ola, adorei as informaçoes deste blog et amei a postagem sobre extero-gestaçao. vou fazer um link no meu blog. abraços. carine

    ResponderExcluir

O blog se alimenta de comentários! Deixe o seu, eu agradeço!

Biografia

2008 - Conclui a faculdade de Naturoterapia - Enfase em Terapias Orientais; aperfeiçoamentos em Auriculoterapia e Acupuntura Abdominal (UNIBEM-PR) e o Programa Internacional de Educação de Florais de Bach (Instituto Dr Edward Bach). Neste mesmo ano, pude desenvolver as habilidades em Fitoterapia trabalhando na Chá & Arte Ervanário, além projetos paralelos de Massoterapia e Florais.

2009 - Animei oficinas de Shantala e Reflexologia no Espaço Aoba (Curitiba/PR), onde estive até o encerramento das atividades. Fundei a marca e a loja virtual Aho Ervas.

2010 - Participei do Workshop “Nascimento: da fisiologia à prática”, com o obstetra francês Michel Odent e do Encontro "Toda gravidez é sinal de saúde" com a parteira holandesa Mary Zwart. Neste ano, trouxe ao mundo meu 2o filho, num lindo e transformador parto domiciliar.

2011 - Em passagem por Buenos Aires, tornei-me mestra em Magnified Healing. De volta a Curitiba, participei da 1a turma de Formação Profissional em Parto Ativo com Janet Balaskas no Brasil, um privilégio e grande honra, visto que Janet é precursora do Parto Ativo, autora do livro homônimo e fundadora do Active Birth. Iniciei meus estudos em Aromatologia Aplicada à Saúde com Fabian Laszlo. Retornando a Buenos Aires, conheci Alimentação Viva, participando de oficinas com a mestra internacional Gae Arlia.

2012 - Mudei-me para Natal/RN e passei a coordenar as atividades da Casa Aho; conclui a Capacitação em Atenção ao Parto Domiciliar (Recife-PE), curso pioneiro no Brasil.

2013 - Conclui a Formação em Constelação Familiar com Efu Nyaki.

2014 - Tornei-me parte do corpo docente da Capacitação em Parteria Urbana (Cefapp/PE) e da Formação de Doulas Comunitárias (Natal/RN). Fiz curso de Aperfeiçoamento em Yoga para Gestantes.

2015 - Conclui a Formação Profissional em Aromaterapia pela Terra Flor. Iniciei o ciclo de encontros de gestantes da Casa Kids.

Entre em contato pelo email nicnunes@gmail.com e conheça meu trabalho.